Arte e vida social

Pesquisas recentes no Brasil e na França
Première édition

Coordination éditoriale de Alain Quemin, Glaucia Villas Bôas

Se a riqueza das trocas entre o Brasil e a França é bastante conhecida no âmbito das ciências sociais como a sociologia ou a antropologia, campos em que a presença francesa no Brasil suscitou intercâmbios muito fecundos que beneficiaram as duas tradições nacionais, o mesmo não acontece na sociologia da arte, área em que os laços entre os dois países ainda permanecem em grande parte inexplorados. Porém, existem claramente duas tradições nacionais marcadas cada uma pelo forte desenvolvimento desse campo de pesquisa, e, devido a seu progresso inegável, as pesquisas que se destacaram tanto no Brasil como na França forçosamente se encontraram. Esta obra intenta apresentar o estado da sociologia da arte na França e no Brasil. Ambos os países apresentando forte tradição sociológica, trata-se de destacar as especificidades de cada um, mas também os traços em comum, assim como os temas sobre os quais dialogam, quer estejam já iniciados, quer ainda estejam para acontecer.


Livre broché - En portugais 32,00 €

InfoPour plus d'informations à propos de la TVA et d'autres moyens de paiement, consultez la rubrique "Paiement & TVA" ci-dessous.

Spécifications


Éditeur
OpenEdition Press
Coordination éditoriale de
Alain Quemin, Glaucia Villas Bôas,
Collection
Brésil / France | Brasil / França
ISSN
2427996X
Langue
portugais
BIC subject category (UK)
A Arts, (the) > J Society & social sciences > JFC Cultural studies
Code publique Onix
01 Grand public
Date de première publication du titre
01 avril 2016
Type d'ouvrage
Monographie

Livre broché


Details de produit
1
Date de publication
01 avril 2016
ISBN-13
9782821855854
Code interne
93205
Format
15,3 x 23 cm
Poids
20 grammes
Prix
32,00 €
ONIX XML
Version 2.1, Version 3

Google Livres Aperçu


Publier un commentaire sur cet ouvrage

Sommaire


  • A coleção do programa Saint-Hilaire
  • França, Brasil e a sociologia da arte
  • Primeira parte. Etapas e marcas da sociologia da arte na França
  • A sociologia das artes e da cultura na França
    • Gênese, desenvolvimentos e atualidade de uma área de pesquisa
  • Os franceses, a arte e a democratização da cultura
  • A arte em regime da singularidade
    • Algumas características sociológicas da arte contemporânea
  • O campo literário francês
    • Estrutura, dinâmica e formas de politização
  • Segunda parte. Estética da ruptura: conceitos, práticas e artistas na arte moderna e contemporânea no Brasil
  • Genealogias do contemporâneo
    • Caminhos da arte brasileira
  • Estética da ruptura
    • O concretismo brasileiro
  • O Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
    • Frederico Morais, os anos 1960 e a vitória do projeto da vanguarda
  • Mário Pedrosa
    • Agit prop e arte independente na periferia capitalista
  • Da Subterrânea ao centro do mundo
    • Um breve estudo sobre a valorização da obra de Hélio Oiticica
  • Diásporas do moderno
    • Artistas brasileiros em Paris, década de 1920
  • Lasar Segall, pintor brasileiro
  • Terceira parte. Trajetórias dos artistas, instituições e formas de criação
  • Artistas plásticos em feira de artesanato
    • Lugares e sentidos da venda
  • Autenticidade, agenciamento e reconhecimento internacional
    • A trajetória do artista «naïf» Chico da Silva
  • A arte segundo o ponto de vista do gênero
    • Ou revelar a normatividade dos mundos da arte
  • As artes plásticas nas escolas de arte: uma prática definitivamente generificada?
  • Representação e subjetividade como perspectivas distintas de observação da relação entre a reforma psiquiátrica e as manifestações artísticas
  • Quarta parte. Leituras e leitores
  • Ler, eleger, se construir: os livros de cabeceira e sua dimensão identitária
  • Em busca da leitura perdida? Os adolescentes e a leitura na França atual
  • O guerreiro do Theatro Municipal
    • Arthur Azevedo e sua luta pela consolidação do teatro nacional
  • Condições e modalidades de formação do valor literário em situação colonial e pós-colonial
    • Abordagem comparativa das obras de Kateb Yacine, Mohammad Dib e Assia Djebar
  • Quinta parte. Arte contemporânea, mercado e processos de globalização
  • A distribuição desigual do sucesso em arte contemporânea entre as nações: uma análise sociológica da lista dos 'maiores' artistas do mundo
  • A evolução do lugar das mulheres no mundo da arte contemporânea francesa
    • O caso dos colecionadores de arte contemporânea
  • A condição de artista contemporâneo no Brasil
    • Entre a universidade e o mercado
  • Arte compartilhada
    • Uma teoria possível
  • Economias da arte contemporânea
    • Programação, financiamento e gestão em instituições culturais brasileiras
  • Bibliografia geral